01 outubro 2009

Estudante turco atirou sapatilha contra director-geral do FMI

Um estudante turco atirou esta manhã uma sapatilha contra Dominique Strauss-Kahn, director-geral do FMI, sem o atingir.
O responsável francês terminava uma palestra numa universidade de Istambul, onde se encontra para as reuniões anuais do FMI e do Banco Mundial, quando um jovem desceu a correr o auditório, gritando “FMI vai-te embora da Turquia”, relata a AFP. O estudante teve tempo para lançar uma das suas sapatilhas contra Strauss-Kahn, antes de ser dominado por vários agentes de segurança, que o levaram de imediato para o exterior.
A sapatilha aterrou a um metro do director-geral do FMI que, de microfone na mão, tentava manter o sorriso.
Segundo as televisões turcas, o jovem chama-se Selçuk Özbek e é um estudante da universidade pública de Eskişehir, no noroeste do país.
O rapaz estava acompanhado por uma dezena de estudantes filiados no Partido Comunista turco (TKP) que foram também levados para fora da sala quando tentaram desenrolar uma faixa com inscrições contra o FMI e o AKP, o partido islamita no poder.
O governo de Recep Erdoğan está actualmente a negociar com a instituição internacional um novo empréstimo, semelhante ao que em 2005 permitiu ao país evitar o colapso do seu sistema financeiro, fragilizado por uma crise que se arrasta desde o início da década.
Já depois do final da sessão, a porta-voz de Strauss-Kahn garantiu que o dirigente até ironizou o incidente, dizendo que “os estudantes foram pelo menos bem-educados ao esperar pelo final da sessão”.

(Fonte: Público)

1 comentário:

heltonritter disse...

Chamou os estudantes de "mal educados". Melhor que não tivesse falado nada após o incidente.