27 outubro 2007

Delegação iraquiana deixa capital turca sem obter resultados


A delegação iraquiana que viajou para Ancara para tentar obter um acordo com o governo da Turquia e impedir avanços militares na fronteira devido ao conflito com os guerrilheiros do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) deixou a cidade sem obter nenhum resultado.
A informação foi divulgada por fontes diplomáticas na Turquia, que acrescentaram que não estão previstas novas reuniões entre as autoridades dos países vizinhos.
A reunião, à porta fechada, realizada entre as duas partes ontem e na manhã deste Sábado tinha sido classificada previamente pela Turquia como a última oportunidade para o Governo iraquiano impedir uma incursão militar de Ancara em grande escala no norte do seu território.
O primeiro-ministro da Turquia, Recep Tayyip Erdoğan, reiterou hoje que adoptar uma decisão sobre uma operação além da fronteira com o Iraque só compete à Turquia.
"Não vamos dar passos para a soberania dos outros. Daremos, estamos a dar e demos passos em prol dos nossos interesses e pela paz na região", disse Erdoğan.
Antes de fazer esta declaração a um grupo de mulheres empresárias em Istambul, o primeiro-ministro tinha respondido a uma pergunta sobre as propostas colocadas pela delegação iraquiana para resolver a crise, à qual respondeu que "não há nada novo".
A Turquia expressou insatisfação relativamente às propostas de Bagdad, e a saída completamente silenciosa dos delegados iraquianos da reunião, assim como a falta de uma declaração conjunta após o encontro, evidencia o fracasso das negociações.
Aparentemente, os Turcos desistiram de emitir uma declaração conjunta porque os Iraquianos não atenderam às exigências de Ancara, que incluem medidas contundentes e imediatas para tirar o PKK do território iraquiano e extraditar para a Turquia mais de 150 dos seus dirigentes.
Além disso, Ancara exigiu o desmantelamento das bases dos rebeldes curdos e a desarticulação do apoio logístico que estes supostamente recebem no norte do país vizinho.

(Fonte: Efe)

1 comentário:

Bruna disse...

Olá! adorei o site de notícias da Turquia, continue assim com esse trabalho maravilhoso!